Nas ondas do minimalismo... Hoje é dia de destralhar!

Abrindo espaço para o novo!

Não tem jeito! Ninguém consegue organizar tralha. 


A melhor maneira de se ter um espaço organizado é esvaziá-lo todinho e depois só voltar a guardar as coisas que realmente são importantes, que tem significado, valor material ou sentimental e principalmente as coisas que pertencem a esse lugar!


Semanalmente me dedico a um espaço diferente aqui de casa e vou destralhando sem parar. Hoje consegui separar para doação:

1- Um porta-talher de plástico pequeno (sem uso a meses)

2- uma caneca natalina (filha única)

3- 4 pratinhos de plástico natalinos (nunca usei)

4- Um abridor de côco (tenho outro novinho... pra quê dois?????)

5- vários vidrinhos de condicionadores para cabelo (desses de hotel)

6- vários vidros de esmalte com cores que não uso mais (todos na validade)

7- 2 porta- garrafas em palha (nunca usei)

8- um baby-doll  (não tinha mais graça usá-lo)

9- Um boleador  (tenho um novo... pra quê dois???))

10- Um avental de cozinha (comprei um no Natal e tenho mais um guardado... Pra quê três???)

11- Uma luva de cozinha (tenho duas novas... pra quê três???)

12- Um estojo escolar (não usava mais)

13- Uma espátula para queijo (usei só uma vez e não curti)

14- duas revistas de artesanato (com  as dicas dos blogs, nem lia mais)

Tirei uma foto de dentro da sacola... rsrsr

Aqui em casa é assim:


Cada objeto tem seu espaço


Entra um, sai outro


Nas trocas de estação ou seja, a cada 3 meses, subo para verificar as caixas dos maleiros e descer o que será usado.


Todo sábado coloco tudo que será doado para uma instituição ou vendido para um brechó em uma sacola, para levar na quarta-feira (dia em que faço tudo que tiver que fazer na rua)


Estou abrindo espaço para o novo, me liberando da energia estagnada e fazendo o bem sem olhar a quem (de quebra ainda volto com um troquinho do brechó)


Quem nunca ouviu falar: Quando vai um...  Vem dois! (verdade verdadeira)


Experimente vc tb! Tenho certeza que tem muita coisa guardada aí na sua casa que vc não usa e nem lembra mais que tem! 


Sempre que estiver na duvida se fica ou não com determinado objeto, faça as seguintes perguntas a si mesma:


Estava precisando deste objeto?


Senti falta dele nos últimos dias?


Se ele sumir de vez, consigo comprar outro igual rapidinho?


Ele me traz boas lembranças?


É uma raridade?


É caríssimo?


Foi uma herança vinda de alguém muito importante?


Seja sincera consigo mesma nas respostas e verás como será fácil destralhar!... Rs




Venha navegar um pouquinho nas ondas do minimalismo!!! 


Gostou da música? Aqui está a letra... 

Viver Coisas Novas

Danni Distler

Estou pensando em mudar
Alguns móveis de lugar
Botar uns quadros novos na parade.
Comprar uma samambaia
E pra varanda,
Algumas flores e uma rede.
Dar algumas roupas
Reciclar
Livros e cd's.
Abrir janelas a tempo trancadas
Jogar algumas coisas velhas fora.
Deixar o ar entrar
Para arejar a casa.



Viver coisas novas.





17 comentários:

Cristiane Félix disse...

Oi Paulinha, aqui em casa vivo fazendo isso. Principalmente com roupa e sapato,vai indo falta espaço.
Bjks.

http://claudiaaoextremo.blogspot.com/ disse...

Pois é Paulinha a gente começa a juntar, juntar daqui a pouco não sabe nem mais o que tem...
tenho que fazer uma sessão desapego aqui tb e me livrar de um monte de coisas
Valeu pela dica!
beijooo

Gaby disse...

Eu tenho um problema serio em destralhar as coisas, tenho medo de jogar ou doar e depois precisar rsrs acho que mesmo sendo nova tenho mania de velho kkkk

Bjs Paulinha ótimo fim de semana.

Renata Guidinha disse...

Aqui em casa o negócio é esquisito. Sai um entraa um monte. Não costumo juntar nada, procuro fazer destralhamento o ano todo, mas aqui mora mais gente... Então é trabalho certo. Não me canso e não dou tregua. Quero casa sem tralha...
Bjks

Marcia disse...

Oi Paulinha!
Super dicas!
O importante é ser sincera e jamais cair naquele papo " e se um dia eu precisar". Eu tambem façoisso temporariamente, gosto de espaços uteis e funcionais, seja uma gaveta ou um comodo. Mas nem sempre consigo, mas me esforço!

Bjs e um excelente fds!

Maria Célia disse...

Coincidência, hoje pela manhã fiz isto aqui em casa. O sortudo desta vez foram as tralhas do meu marido, ferramentas, pedaços de fios, mangueiras, torneiras velhas,chuveirinhos, olha muita coisa mesmo.
Ensaquei tudo, na segunda-feira é dia de coletiva seletiva na minha rua, vai tudo embora.
Que alívio ver o quartinho de despejo todo arrumado.
Bjo e boa noite.

Daniele disse...

Por isso que eu lóvo você.
Com a diferença de que por aqui não tem brechó nenhum e não conheço nenhuma instituição séria para fazer doações...:(

Dôo para a família mesmo.
Na pior (e melhor) das hipóteses ponho na lixeira na frente do prédio.
Rapidinho alguém passa e leva para casa.
Fico feliz com isso porque sei que quem pegou na rua e levou para casa é porque realmente vai usar.
Nem sempre quem recebe, gostaria de receber aquilo.

Estou no maior momento "desapego" da minha vida, amiga. Nem quando casei foi tão sério o negócio...rs

Tem coisas espalhadas pelo meu corredor há um mês que eu não posso me desapegar mas, não tenho onde guardar...oh, triste isso..:+(

Até a poltrona de amamentação que usei com Miguel perdeu espaço e vou precisar tanto dela agora.
Só que ela "entulhou" o quartinho da Nat.

Vou fazer um post a respeito essa semana para vocês me ajudarem, tá bom?

Beijos, beijos no cseu coração gigantesco.

SMAC!!!!

Adriana disse...

PAULINHA , TUDO AZUL POR AÍ???
TODA MUDANÇA DE ESTAÇÃO, E mês de DEZEMBRO, É FATAL: O "destralhamento" É GERAL!!! E o que vai, volta em dobro (sabedoria de minha família!).
Adoooro, levo bolsadas de roupas pra minha mãe, que já tem para quem doar!!! Móveis, eu tenho um vizinho "pega tuuudo". Chamo ele, que sei que vai levar... em dezembro demos uma bicicleta, uma cama, até um menino Jesus, já tinha um,pra quê dois???
Agora vou dar uma geralzinha nos uniformes...

beijosssssssss

Anita disse...

Oi Paulinha, "tamujuntu", Ahahaha. A música é perfeita, tbem sou super a favor de abrir espaço para o novo. Não tenho a menor dificuldade em destralhar, mas marido.... affff, tenho que sumir com algumas coisas que sei que ele não lembra mais que existe, qdo ele viaja, igual criança, sabe? A criatura tem problema sério pra desapegar, deve ser por isso que ainda está comigo, kkkkk.
Qto as vendas... esse mês estão mais devagar que sei lá o que. A galera só entra pergunta o preço, diz que adorou e que volta depois, tô esperando a volta... acho que tudo só melhora e passa a funcionar mesmo depois do carnaval, ainda bem que a tal da folia esse ano é cedo e já tá batendo na porta, rs. O filho mais velho está sim trabalhando com a gente lá, isso me deixa mais tranquila, né??? bjs.

Flavinha Gomes disse...

Paula
Adorei seu post.
É claro que em termos de casa, isso e fundamental.
Mas fico pensando na vida, sabe... às vezes é preciso destralhar também.
E eu estou nesta fase rsrsrs
Bjka.

TELMA GUEDES disse...

suuperpost bacana Paulinha! é isso q é bom! achar coisas interessantes e pessoas de verdade! vc é organizadinha e está certissima qto ao desapego...eu sou colecionadora-mor de tralhas e tenho um tempo p guardá-las, todo ano faço a rapa...esse meu comportamento vem do desejo de querer reaproveitar as coisas, transformar...e por aqui em SP a gente tem q trabalhar quase 100% do tempo...falta qualidade de vida e tempo p essas coisas importantes do nosso íntimo...já tirei algumas, mas já entraram outras,hahahaha! vou arrumar, prometo! mil beijos, t adoro!

Rosana Remor disse...

OI PAULINHA!QUANDO CHEGUEI AQUI NA PRAIA, DEPOIS DO NATAL, DESTRALHEI MUITA COISA...DE BIQUÍNI A MÓVEL!!AGORA, INDO PRA CASA, A "DESTRALHAÇÃO" CONTINUA!!ADORO!!BJS!!

Angela disse...

Paulinha suas dicas são regeneradoras!Estou nessa fase otimizar espaços!
Vim te convidar para um sorteio diferente celebro meu aniversário dando um mimo para vocês.Venha participar dessa festa!
Bj e ótima semana.

Wal disse...

OI Paulinha!!! Saudade! Amiga eu tenho dificuldade de desapegar... não sou assim que nem vc não, rs!
Mas estou me esforçando!
Beijinhos!

Adriana disse...

PAULINHA, dá uma espiada no meu último post......

beijosssssssssss

Daniele disse...

Vai sim, amiga!
Se precisar de ajuda, é só pedir. Tá?
Obrigada pelo carinho.
Te lóvo.

Regina disse...

Tenho a sua mesma filosofia Paulinha, mas ainda não tão diligente como você. Ainda guardo umas coisinhas q não uso +, mas elas tem valor sentimental ou pq acho muito lindas.

Gostei da música, parece q foi feita para a sua postagem :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Segura na mão de Deus e vai

Segura na mão de Deus e vai